banner ad

Turbulência – A história se repete

Eu já escrevi aqui no blog várias vezes (aqui e aqui por exemplo) sobre a importância dos passageiros manterem o cinto de segurança SEMPRE afivelado.

Não é possível prever CAT (Clear Air Turbulence) e quando ela ocorre não há tempo de se segurar, portanto senhores passageiros, a menos que precisem ir ao banheiro (que afinal é o único motivo realmente plausível para se levantar do seu assento durante um voo) estejam sempre sentados e com o cinto afivelado.
Mais uma dica: Se você estiver dormindo e coberto com uma manta, passe o cinto de segurança meio folgado por FORA da manta. Desta maneira os comissários vão ver que você está de cinto quando o aviso de apertar cintos acender e não vão te acordar.

Sabe aquele grupo de viajantes espertos, que manjam tudo de aviação, não têm medo de voar e que ficam conversando em pé no corredor? São apenas ignorantes sortudos…
Curioso: quem manja mesmo de aviação, incluindo aí os pilotos, NUNCA soltam o cinto.

Turbulência em voo da United Airlines deixa 20 18 feridos

Os passageiros tiveram apenas ferimentos leves. Boieng 747 ia de Washington, nos Estados Unidos, para Tóquio.
Mais de 20 18 pessoas sofreram ferimentos leves durante um voo da capital americana para Tóquio, no Japão. O Boeing 747, da United Airlines, enfrentou uma forte turbulência, com 245 pessoas a bordo. Alguns passageiros tiveram que ser retirados em macas.

Fonte da notícia: Globo.com

Tags: , ,

Sobre o Autor

Graduado em Manutenção de Aeronaves, com muito bom senso :) 30 anos de aviação comercial (e contando), de Lockheed Electra à Boeing 787. Tentando simplificar a complexidade da aviação.
Topo